Início > Produtos > Os perigos de escolher um celular barato: o que evitar ao comprar

Os perigos de escolher um celular barato: o que evitar ao comprar

Com a crescente demanda por celulares com preços acessíveis, muitos fabricantes têm oferecido modelos mais baratos para atender a esse mercado. No entanto, nem todos os celulares de baixo custo são uma boa escolha. É importante saber o que evitar ao escolher um smartphone barato, para não acabar com um dispositivo lento, com pouca memória e com uma vida útil reduzida. Neste artigo, vamos explicar por que alguns celulares mais baratos são tão ruins e como escolher um modelo que ofereça um bom custo-benefício.

Por que alguns celulares mais baratos são tão ruins?

Em geral, os celulares mais baratos usam componentes mais simples e mais baratos, o que pode afetar a qualidade do dispositivo como um todo. Alguns fatores que podem ser comprometidos em celulares de baixo custo incluem:

– Processador: os celulares mais baratos geralmente possuem processadores mais lentos e menos potentes, o que significa que eles têm um desempenho mais fraco em multitarefa, jogos e aplicativos mais pesados.
– Armazenamento: alguns celulares mais baratos têm pouco espaço de armazenamento, o que significa que você pode ficar sem espaço para fotos, vídeos e aplicativos rapidamente.
– RAM: a quantidade de RAM do celular também pode ser menor em modelos mais baratos, o que pode tornar o dispositivo lento ao alternar entre aplicativos.
– Câmera: alguns celulares mais baratos têm câmeras de baixa qualidade, com resoluções baixas e baixa capacidade de capturar detalhes.

O que evitar ao escolher um smartphone barato?

Para evitar celulares ruins, é importante prestar atenção a alguns fatores ao escolher um modelo mais barato. Aqui estão algumas coisas para evitar:

1. Pouca memória RAM

Se você pretende usar muitos aplicativos ao mesmo tempo, escolha um celular com pelo menos 3 GB de RAM. Mesmo que o dispositivo tenha um processador razoável, a falta de RAM pode resultar em problemas tanto de desempenho quanto de resposta do celular. Evite celulares com menos de 2 GB de RAM, pois eles podem ficar obsoletos rapidamente.

2. Displays de baixa qualidade

O tamanho e a qualidade da tela são fatores muito importantes em um smartphone. Aqueles com muitos pixels e boa qualidade de imagem podem custar muito mais, então é importante ter cuidado para não escolher um modelo com uma tela barata e pouco nítida. Tente escolher celulares que possuem resolução de tela Full HD (1080p) ou superior. Opte por telas IPS em vez de TN, já que elas possuem uma gama de cores mais ampla e melhor ângulo de visão.

3. Pouca memória interna

Atualmente, muitos aplicativos são bastante pesados, precisando de muito espaço de armazenamento. É importante ter um celular com pelo menos 32 GB de armazenamento interno. Esse espaço pode ser preenchido rapidamente por fotos e vídeos, então considere ainda adquirir um cartão de memória para o dispositivo. Evite celulares com menos de 16 GB de armazenamento interno, pois você provavelmente acabará ficando sem espaço muito rapidamente.

4. Qualidade da câmera baixa

A qualidade da câmera é muito importante para muitos usuários de smartphones. Se você tirar muitas fotos e/ou selfies, geralmente é melhor gastar um pouco mais em um dispositivo com uma câmera de qualidade superior. Para evitar celulares com câmeras ruins, evite modelos com menos de 8 MP.

5. Processadores antigos

Evite celulares com processadores antigos de gerações anteriores, pois eles provavelmente estarão obsoletos muito rapidamente, tornando o dispositivo lento e com problemas de desempenho. Procure por modelos com processadores fabricados pela Qualcomm ou MediaTek.

Escolha o smartphone com melhor custo-benefício

Com as opções de celulares mais baratos aumentando, escolher um smartphone de baixo custo pode ser tentador. No entanto, é importante não comprar o primeiro modelo que chamar sua atenção, pois você pode acabar com um dispositivo com desempenho lento, pouca memória e baixa qualidade de imagem. Em vez disso, é importante ter cuidado ao escolher, tomar cuidado com essas cinco escolhas erradas, escolher um modelo com pelos menos 3 GB de RAM, 32 GB de armazenamento, câmera superior à 8 MP, processador fabricado pela Qualcomm ou MediaTek e uma tela de pelo menos 1080p. Com pesquisa e atenção, você pode encontrar um ótimo smartphone barato que ofereça um bom custo-benefício.