Nova Iorque pela primeira vez

Após a postagem de abertura ontem sobre a viagem aos EUA, resolvi fazer um post no formato cronologia da viagem, antes de entrar em cada um dos assuntos. Começando por Nova Iorque, contando um pouco de tudo que visitei, fiz ou comprei de acordo com os dias que tive por lá… Futuramente farei posts específicos sobre os temas mais relevantes!

Os preparativos levaram algumas semanas: passaporte e visto, passagens compradas, hospedagens reservadas, dólares comprados, mapas devidamente baixados, seguro de viagem contratado, vouchers e tickets impressos, cópias de documentos feitas. Hora de seguir viagem.

Depois de partir diretamente da minha festa de aniversário na noite de sexta (5/12), uma escala em Miami, desembarquei em Nova Iorque por volta das 15 horas (horário local) no LaGuardia Airport. Um grande sonho começava a se realizar…

O meu translado até a região da Times Square, onde fiquei hospedado, foi através do NYC Airporter (um serviço de translados entre aeroportos e principais estações de ônibus de NY super eficiente). Não peguei nem um táxi em Nova Iorque, tamanha a eficiência deste serviço e do metrô.

A Hospedagem

Fiquei hospedado em um Hostel com quartos privativos, cerca de uma quadra do Port Authority Terminal, quase do lado do edifício do The New York Times. Foi a opção mais econômica e que me surpreendeu positivamente, muito organizado e funcionava na verdade com um hotel mesmo. O melhor é que tinha um café da manhã bem satisfatório e era perto de tudo. Mesmo depois de cansado todos os dias, o passeio noturno era olhar os telões e lojas da Times Square.

A diária custou por volta de 130 dólares mais taxas (café da manhã incluso), o nome do local era Equity Point New York – Times Square.

Dia 1 (Sábado – 6/12)

Times Square

O primeiro dia, que na verdade já foi quase o fim do dia, pois a noite chegava por volta das 5 da tarde, foi mais para eu me instalar e dar uma olhada nas redondezas e procurar um computador para comprar. Eu tinha levado apenas meu iPhone e pretendia começar a postar de lá (não aconteceu). Chovia bastante, mas mais tarde a chuva deu uma trégua, eu estava de olho na previsão do tempo. Queria neve!

– Fiz check-in no Hotel
– Saí para conhecer a Times Square
– Hora de conhecer o Metrô de Nova Iorque e fazer meu cartão/passe ilimitado para 7 dias
– Comprei um Macbook Pro Retina na Apple Store, na loja da Grand Central Station (que foi devolvido no último dia da minha estada na cidade, por motivos de arrependimento pelo alto preço e posterior pagamento imposto. Vou contar tudo aqui, é claro).
– Voltei pra rua para comprar um casaco e roupas de inverno na Forever 21, além de comida e cerveja na Walgreens. Namorei um pouco mais o visual do lugar e tirei algumas fotos
– Morrer na cama com o brinquedo novo em mãos

Dia 2 (Domingo – 7/12)

Entardecer en Nova Iorque - Do Empire  State Building

Eu sabia que este seria o único dia de sol de toda minha viagem em Nova Iorque (no dia seguinte já seria nublado), então busquei aproveitar para visitar os observatórios dos prédios altos e o Central Park.

– Fui a pé direto ao Observatório do Rockefeller Center (Top of The Rock), troquei meu voucher pelo bloquinho do New York City Pass e peguei um ticket para o elevador entre 11h30 e 12h. Já dei uma olhada na árvore de Natal, pista de patinação e arredores
– Enquanto esperava pelo horário da subida, fui até o Central Park dar uma caminhada e visitei também a Apple Store 5th Avenue (aquela loja linda de vidro), dei uma olhada nos visuais das lojas de grifes CHIQUES da Quinta Avenida também (Hello Marina Smith, tudo tem a tua cara lá <3)!
– Hora de subir até o Top of The Rock e ver tudo lá do alto, fotos devidamente tiradas e aquela vista deslumbrante
– Comprei um chip para o meu iPhone com um pacote de 1Gb da T-mobile e número americano
– Segui para o Empire State Building onde pude contemplar o pôr-do-sol lá do alto (foto acima)
– Visitei a Macy's e JCPenney que ficam perto do Empire State. Mais tarde comprei outro casaco na Forever 21 e visitei também a H&M

Dia 3 (Segunda – 8/12)

Balsa e Estátua da Liberdade

Como esse seria mais um dia sem chuva, porém nublado, era dia de fazer o passeio até a Ilha da Estátua da Liberdade. Foi um dia congelante, e eu fiquei no alto da balsa pra registrar e não me dei por conta que estava começando a passar mal. Pelo menos consegui boas fotos, mas logo tive que descer pra tomar um café.

Foi emocionante estar frente a frente com o monumento. Naquela hora todas as orações vieram à minha cabeça e agradeci por um bom tempo a Deus por aquela oportunidade. Foi uma sensação quase de vitória. Em seguida meu celular desligou, de tão frio, acho que congelou. Logo em seguida ele voltou ao normal.

– Mais tarde tomei uma cerveja com alguns petiscos no Hollywood Café da Times Square. Acabei entrando no lugar só porque tocava Disco! O clima era ótimo
– Comprei tênis e sapatos na loja da Skechers e fiquei até amigo do vendedor. Botei toda a loja abaixo… Amo essa marca
– Mais caminhadas noturnas pela Times Square

Dia 4 (Terça – 9/12)

Ponte do Brooklyn

A chuva começou e não parava. Deste dia em diante, sobravam as páginas de visitas aos Museus no meu City Pass. Seriam estes os próximos programas, ou não…

– Descobri que existem as linhas Local e Express no Metrô. Não adianta só saber se locomover, tem que ficar esperto. Fui parar longe de Manhattan, mas voltei rapidinho. 🙂
– Prendi o braço na porta tentando descer na estação do metrô, só me dei por conta que tinha chegado, quando as portam estavam fechando. MICO, vagão inteiro gritando! A sorte que as portas se abriram e saí correndo daquela situação. STAY CLEAR FROM THE CLOSING DOORS! 😛
– Visitei o Museu da História Natural
– Tomei meu primeiro banho de chuva tentando ir ao segundo museu
– Voltei pro hotel, depois de rodar até uma estação do metrô na chuva, pra comer algo e tomar um banho quente. Bateu deprê…
– Falei com os amigos do Brasil que me animaram, resolvi sair pra rua. A chuva tinha parado.
– Vistei o Cake Boss Café que ficava duas quadras, junto ao Port Authority e me empanturrei com cupcakes e um capuccino
– Peguei o metrô rumo ao sul, desci na High St (Brooklyn) e atravessei a Ponte do Brooklyn duas vezes. Não era perigoso, bem policiado. Grande passeio!
– Mais Times Square e troca do segundo casaco por várias outras peças de roupas na Forever 21 (brasileiro fazendo brasileirices dentro das regras americanas, adoro)

Dia 5 (Quarta – 10/12)

East Upper Side Manhattan

Dia de mais museus…

Metropolitan Museum of Art (impressionante e lindo)
– Visitei uma Best Buy que tinha ali perto
Museu de Arte Moderna (MoMA)
– Começou a nevar, foi minha primeira vez! <3
– Visite a árvore de Natal do Rockefeller Center novamente. Estava nevando e era uma pedida obrigatória
– Volta noturna pela Times Square na neve
– A neve parou e depois da janta, resolvi dar uma caminha pra me despedir de NYC, fui até o Madison Square Garden que fica junto a estação Penn Station e tirei algumas fotos da parte de fora. Já que Cher cancelou o show que eu iria, pelo menos pude conhecer as redondezas e já tirei umas fotos de longe do Empire State Bulding

Dia 6 (Quinta – 11/12)

Macbook Pro Retina

Finalmente chegou o dia de me despedir de Nova Iorque, meu vôo era por volta de meio-dia, para Miami. A viagem estava apenas na metade, e o coração já começava a apertar de saudades de MIA.

Antes de ir para o aeroporto, corri até a Apple Store da Grande Central de metrô, e devolvi o Macbook. Foi uma decisão sensata, hoje estaria endividado. Fica pra próxima…

Até logo, New York City!

Continuação

Continua: Miami, hora de matar as saudades.